Farmácia

O Curso de Graduação em Farmácia visa formar farmacêuticos envolvidos:

1. na atuação em todos os níveis de atenção à Saúde, integrando-se a programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção, e recuperação da Saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano;

2. na atuação multiprofissional (conforme estabelece o SUS), envolvendo-se em planejamento, administração e gestão de serviços e setores de atuação farmacêuticos, assistência e atenção farmacêuticas, tanto no nível individual quanto no coletivo;

3. na interação direta com o usuário do serviço de Saúde, em especial o usuário do medicamento, com o propósito de dispensar uma farmacoterapia racional voltada para a obtenção da melhoria da qualidade de vida;

4. em pesquisa, desenvolvimento, avaliação farmacológica e toxicológica, manipulação, produção, armazenamento, e controle e garantia da qualidade de produtos farmacêuticos, cosméticos e cosmecêuticos; saneantes, domissaneantes e correlatos,alimentos, dentre outros.

Para isso o egresso do Curso de Graduação em Farmácia deverá ser capaz de:

1. respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;

2. atuar de forma multiprofissional, interdisciplinar e transdisciplinar na promoção da Saúde, baseando-se na convicção científica, de cidadania e de ética.

Dessa forma, o profissional farmacêutico egresso do Curso de Graduação em Farmácia da Faculdade UnB-Ceilândia deverá estar apto a atuar na área Farmacêutica, com prerrogativas de exclusividade, sendo considerado o profissional do medicamento e ainda compartilhar atividades e responsabilidades com outras profissões.

Duração

8 (oito) semestres, no mínimo, e de 18 (dezoito), no máximo.

Áreas de Atuação

O farmacêutico é cada vez mais solicitado para atuar em frentes como o combate aos remédios falsificados e o cuidado com a qualidade dos medicamentos e dos alimentos. Além das indústrias, que abrem vagas principalmente para quem atua nas áreas de pesquisa e controle de qualidade, as distribuidoras de medicamentos têm se mostrado grandes empregadoras, pois precisam do profissional para acompanhar o transporte, o armazenamento e a distribuição de seus produtos.

As farmácias e as drogarias também são grandes empregadoras, já que a legislação obriga que esses estabelecimentos tenham um farmacêutico responsável. Nos últimos anos, hospitais e planos de saúde têm incluído o farmacêutico em suas equipes de home care, abrindo um novo campo de trabalho para o profissional, que tem sido procurado ainda por indústrias de medicamentos fitoterápicos para coordenar ou supervisionar a produção.

Mercado de Trabalho

Em laboratórios de análises clínicas, pesquisa, registra e realiza exames clínico-laboratoriais e toxicológicos para auxílio do diagnóstico e acompanhamento de doenças. Em farmácias, distribui medicamentos e prepara fórmulas personalizadas. Na indústria alimentícia, controla a qualidade das matérias-primas e do produto final, estudando e estabelecendo métodos para evitar e detectar adulterações e falsificações, a fim de impedir danos à saúde pública. Há ainda o setor público, agências de vigilância e órgãos de fiscalização.

Contato:

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 


Últimas publicações

 Ato nº 1/2017 da Coordenação do Curso de Farmácia da FCE

Anexo C: Novo Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso